(51)  3371.6200       99388.4440

(51)  3464.0076

Responsável Técnico:
Dr. Luciano Zuffo
CRM-RS:  26798 / RQE 23181

(51)  3371.6225       99167.0593

Estacionamento no local

(51)  3783.8065       99167.2901

(51)  3191.9607

BLOG

8 Dicas para Prevenir Acidentes Oculares nas Festas Juninas

As festas juninas eram conhecidas como Joaninas e receberam esse nome para homenagear João Batista, primo de Jesus, que, segundo as escrituras bíblicas, gostava de batizar as pessoas, purificando-as para a vinda de Cristo. Assim, passou a ser uma comemoração da igreja católica, onde São João é homenageada no dia 24 de junho.

 

 

Além das comidas deliciosas e das bebidas típicas, existem costumes característicos das festas, como as enormes fogueiras, balões, brincadeiras com o pau de sebo-de-sebo, fogos de artifício e outras, que sempre fazem a alegria dos presentes, mas merecem serem tratadas com muito cuidado – inclusive quando falamos de acidentes e traumas oculares.

 

8 DICAS PARA A PREVENÇÃO DE ACIDENTES OCULARES NAS FESTAS JUNINAS

 

1. Fogueiras:
 

os cuidados devem começar na hora do empilhamento dos pedaços de madeira, para não cair nenhuma farpa nos olhos. O que fazer caso entre no olho? Se o pedaço de madeira estiver em cima da região colorida do olho ou em cima da pupila, não tente retirar, vá direto ao pronto-socorro!

Porém, se estiver na pálpebra inferior ou superior ou sobre a parte branca do olho, pode ser retirado com um cotonete ou ponta de lenço limpo. 
Para evitar transtornos, use óculos de proteção (iguais os usados em indústrias ou durante podas de arbustos no jardim).


Cuidado também na hora de acender o fogo com o combustível, para não cair nos olhos. Caso derrame produtos químicos nos olhos:


Primeiro – Vá até uma torneira e lave os olhos em água corrente por 20 minutos sem parar;
Após – pegue um cotonete, molhe-o na água e passe na parte interna das pálpebras;
Só então – vá procurar ajuda em um pronto-socorro ou com seu oftalmologista.


IMPORTANTE: Você pode substituir a água corrente por soro fisiológico, mas, este deve estar muito bem acondicionado na geladeira, aberto há poucos dias e em quantidade suficiente para lavagem por 20 minutos.


LEMBRETE: Deixe os produtos para acender a fogueira longe do alcance de crianças.
 


2. Brincadeiras como o pau-de-sebo:
 

cuidado com o trauma ocular. Caso receba uma cotovelada ou joelhada nos olhos, não pressione e nem coce a região. Veja se sua visão está normal. Se perceber que houve uma queda da visão, se aparecerem manchas fixas pretas ou vermelhas na visão, se começar a ver flashes de luz (semelhante a raios ou trovões), mesmo de olhos fechados, procure seu oftalmologista ou vá para um pronto-socorro.


3. Balões:
 

soltar balões é crime ambiental, além de provocarem queimadas onde caem, também pode provocar acidentes aéreos. Podem queimar também quem está acendendo e quem está por perto na hora de soltar o balão. Em caso de queimadura ocular, não coloque nenhum colírio ou pomada – vá diretamente ao pronto-socorro.


4. Fogos de artifício:
 

o perigo dos fogos envolve olhos, pernas e mãos. Ao acender os fogos, eles podem estourar e, dependendo da potência, arrancar dedos, perfurar olhos e arrancar pedaços de perna e pés. 
As roupas que são, na maioria sintéticas, também oferecem perigo, pegando fogo ao contato com uma faísca. Os estalinhos a princípio não oferecem risco.

 


5. Ao fazer quentão ou vinho quente:
 

cuidado com as crianças perto do fogão. Deixe sempre o cabo da panela virado para dentro, evitando-se, assim, queimadura térmica ocular por líquido escaldante na panela.

 

6. Se a festa junina for em sítio ou fazenda com animais:
 

as fezes de alguns animais, como cachorro, gato e aves, podem transmitir uma doença, que provoca inflamação no olho, podendo levar à cegueira. O contágio é feito por meio do contato das mãos e as fezes do animal e depois das mãos contaminadas com a boca. Então, é muito importante ensinar às crianças a lavarem as mãos, assim que acabarem de brincar com os animais. 
Também nos sítios, as crianças devem tomar cuidado com as aves que bicam, podendo ferir os olhos.

 

7. Ao fazer bandeirinhas e cartões:
 

Não forneça à criança tesouras com pontas para cortar o papel das bandeirinhas, assim ela não correrá o risco de perfuração ocular.

 


8. Fumaça de fogueira:
 

no caso de olhos vermelhos, irritação e ardência após contato com a fumaça da fogueira, faça compressas com gaze ou algodão embebido em água fria (não gelada) sobre os olhos fechados. Peça ao seu oftalmologista indicação de um colírio lubrificante e use nessas ocasiões.
 

 

Prevenir é o melhor remédio - aproveite as festas de São João com responsabilidade.

 

Se você tiver algum problema em seus olhos, procure por um oftalmologista. Caso você precise, nós da São Pietro Saúde possuímos equipe especializada para tratar seus problemas.

 

 

 

 

Texto: Regina Carvalho e professor doutor Paulo Augusto de Arruda Mello

 

 

Please reload

CAPA - REVISTA MAIL3.jpg
Posts em destaque

Traumatologia - Artrose: O que é, Sintomas, Causas e Tratamento

30/11/2017

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga nossa fanpage
  • Grey Facebook Icon

CLIQUE AQUI 

e faça o download da versão online da Revista São Pietro News!