(51)  3371.6200       99388.4440

(51)  3464.0076

Responsável Técnico:
Dr. Luciano Zuffo
CRM-RS:  26798 / RQE 23181

(51)  3371.6225       99167.0593

Estacionamento no local

(51)  3783.8065       99167.2901

(51)  3191.9607

BLOG

Bexiga Hiperativa: o que é, como prevenir e tratar

07/08/2017

A contração involuntária do músculo da bexiga durante o seu enchimento com urina caracteriza a chamada bexiga hiperativa. Essa condição que acomete, principalmente, as mulheres, compromete a qualidade de vida do indivíduo, muitas vezes implicando em isolamento social, ansiedade e frustrações.

 

Bexiga Hiperativa (BH) é o termo que o urologista usa para se referir à necessidade urgente de urinar. Essa urgência é de difícil controle e pode estar associada à incontinência urinária (perda involuntária de urina). Quem sofre de BH costuma acordar à noite para urinar (e o sono é prejudicado). Além disso, é comum necessitar ir ao banheiro para urinar mais de 7 vezes em 24 horas.

 

                                  O quadro de bexiga hiperativa é um problema de origem neuromuscular, no qual o músculo detrusor contrai-se inapropriadamente durante a fase de enchimento da bexiga. Estas contrações ocorrem com frequência e independentemente da quantidade de urina armazenada na bexiga.

 

CAUSAS

 

Entre os problemas que podem desencadear a hiperatividade do músculo detrusor, podemos citar:

  • Lesões traumáticas de medula espinhal

  • Hérnias de disco

  • Esclerose múltipla

  • Parkinson

  • Demências (ex.: mal de Alzheimer)

  • Diabetes

  • Insuficiência cardíaca

  • Infecção urinaria

  • Hiperplasia benigna da próstata

  • Cálculos na bexiga

A bexiga hiperativa pode também surgir sem que haja um fator desencadeante claro,  sendo classificada, nestes casos, como bexiga hiperativa idiopática.

 

SINTOMAS

 

O sintoma mais típico da bexiga hiperativa é a urgência urinária, que é a vontade súbita e incontrolável de urinar. Quando o paciente apresenta urgência urinária, ele precisa ir ao banheiro rapidamente, pois não é capaz de segurar a urina por muito tempo. Por esse motivo, perdas eventuais de urina na roupa podem ocorrer em alguns pacientes, principalmente naqueles com mobilidade afetada.

 

A urgência urinária pode surgir mesmo quando a bexiga não está completamente cheia, pois ela é resultado de uma contração precoce e inapropriada do músculo detrusor.

Uma forma de diferenciar a bexiga hiperativa da incontinência urinária de esforço é através da quantidade de urina que se perde de forma involuntária. Na incontinência urinária de esforço, o paciente perde pequenas quantidades de urina quando faz algum esforço que exerça pressão na barriga, tais como tossir, evacuar, pular, espirrar ou correr. Nestes casos, não há a sensação de urgência, o paciente simplesmente perde um pouco de urina de forma involuntária. Já na bexiga hiperativa, a quantidade de urina perdida é grande e está relacionada a uma sensação de urgência, que não tem a ver necessariamente com algum esforço que ele tenha feito. O paciente perde urina porque não aguenta segurar a intensa e súbita vontade de urinar.

 

 

 

                     Pessoas que apresentam Bexiga Hiperativa ou incontinência urinária não conseguem controlar a urina, molhando-se ocasionalmente. Perder urina é normal somente em crianças; isto não é uma consequência normal do envelhecimento.

Se você tem esse problema, você pode estar muito constrangido ou chateado para pedir ajuda, mas não deve se sentir desta forma.

 

Bexiga hiperativa é um termo relativamente novo que é usado para descrever sintomas de:

  • Urgência miccional – repentina necessidade de urinar;

  • Incontinência urinaria por urgência: repentina e involuntária perda do controle vesical, levando a perda de urina;

  • Aumento da frequência urinária – mais do que 8 micções num período de 24 horas.

 

PREVENÇÃO

 

Não existem evidências científicas comprovadas sobre medidas preventivas para bexiga hiperativa, ou seja, não há cura. No entanto, hábitos saudáveis de vida como reduzir a obesidade e o tabagismo; evitar o consumo de bebidas alcóolicas e não exagerar na ingestão de chás, cafeína, sucos cítricos e chocolates são medidas positivas que podem reduzir o impacto da bexiga hiperativa.

 

Se você percebe que está com algum problema em sua bexiga e está com dificuldades para reter a urina, procure o seu médico urologista de confiança. Ele vai realizar um diagnóstico preciso sobre o seu problema e dar o devido tratamento, indicar medidas preventivas e se necessário indicar medicamentos para o seu problema.

 

A São Pietro possui ótimos médicos urologistas que podem te ajudar no tratamento de qualquer doença relativa ao trato urinário dos homens e mulheres.

 

 

 

Please reload

CAPA - REVISTA MAIL3.jpg
Posts em destaque

Traumatologia - Artrose: O que é, Sintomas, Causas e Tratamento

30/11/2017

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga nossa fanpage
  • Grey Facebook Icon

CLIQUE AQUI 

e faça o download da versão online da Revista São Pietro News!