(51)  3371.6200       99388.4440

(51)  3464.0076

Responsável Técnico:
Dr. Luciano Zuffo
CRM-RS:  26798 / RQE 23181

(51)  3371.6225       99167.0593

Estacionamento no local

(51)  3783.8065       99167.2901

(51)  3191.9607

BLOG

Outubro Rosa: É bom saber

 

 

Terapia de reposição hormonal pode provocar câncer de mama?
Os estudos atualmente são conflitantes em relação a este risco. Parece haver um aumento pequeno na incidência de câncer de mama em mulheres que zeram uso de terapia com hormônios. Realizada de forma adequada, na duração adequada, na dose adequada, pode ser segura.


Tenho um familiar com câncer de mama – quais as chances de eu também ter?
Um dos fatores de risco para a doença é a história familiar positiva, mais importante quando o parente em questão for de primeiro grau (como irmã ou mãe). Se você possui um familiar com câncer de mama, o ideal é que faça uma avaliação especializada, com vistas a verificar seu risco real.

 

A neoplasia de mama possui um forte componente genético, mas nem sempre é previsível, por isto o cuidado com as mamas deve ser de todas as pessoas.


Tenho dor nas mamas. Isto é algo preocupante?
Na maioria das vezes a mastalgia (dor nas mamas) é um sintoma benigno e não está associado a câncer de mama, mas em alguns casos a dor pode ser sinal de alguma doença mamária tratável. Mantenha em dia sua rotina de acompanhamento.


Tenho indicação de biópsia de mama. Como isto é feito? Terei dor?
A biópsia de mama, na maioria das vezes, é realizada com anestesia local e o paciente não necessita suspender suas atividades rotineiras. O exame pode ser realizado com ajuda de métodos de imagem para a correta localização da lesão.


Descobri que tenho câncer de mama. Como será meu tratamento?
Ao mesmo tempo em que, com grande velocidade, criam-se novas alternativas para o combato do câncer de mama, o tratamento é cada vez mais individualizado. Nem todos necessitarão de quimioterapia clássica ou radioterapia.

 


Existem inovações em relação a terapias-alvo (direcionadas ao tipo específico do tumor) e exames que determinam a real chance de recorrência da doença, poupando muitas pessoas de medicações agressivas, com uma grande margem de segurança. Por outro lado, o tratamento cirúrgico tornou- -se nos últimos anos menos mutilante, permitindo à mulher com diagnóstico de câncer de mama ter uma qualidade de vida muito melhor.


Dra. Francine Hickmann Nyland
Mastologista

CRM 34363 / RQE 30377
 

Please reload

CAPA - REVISTA MAIL3.jpg
Posts em destaque

Traumatologia - Artrose: O que é, Sintomas, Causas e Tratamento

30/11/2017

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga nossa fanpage
  • Grey Facebook Icon

CLIQUE AQUI 

e faça o download da versão online da Revista São Pietro News!