(51)  3371.6200       99388.4440

(51)  3464.0076

Responsável Técnico:
Dr. Luciano Zuffo
CRM-RS:  26798 / RQE 23181

(51)  3371.6225       99167.0593

Estacionamento no local

(51)  3783.8065       99167.2901

(51)  3191.9607

BLOG

Conheça o glaucoma e saiba quais são os sintomas da doença

20/03/2018

Veja quais são os sintomas e se defenda do glaucoma, doença que mais causa cegueira no mundo e atinge um milhão de brasileiros.

 

Enxaqueca, miopia, apneia do sono e ascendência asiática estão entre os indicadores de glaucoma

Você só enxerga as letras e ilustrações desta reportagem graças a um longo processo que se inicia na córnea e atravessa todo o globo ocular até chegar ao nervo óptico, mensageiro responsável por transmitir luzes e cores ao cérebro. É ele que decodifica as informações e finalmente as transforma em imagens. Mas, para cerca de 1 milhão de brasileiros com glaucoma, essa meticulosa engenharia não funciona lá muito bem. O tal do nervo óptico sofre com lesões que evoluem devagar, até que a visão fique seriamente prejudicada. “A evolução da doença é lenta. Mas, se não for tratada, seu desfecho é a cegueira total“, alerta o oftalmologista Ivan Maynart, de São Paulo.

 

A pressão intraocular até há pouco era o único fator de risco investigado na busca pelo diagnóstico precoce. Agora, novos itens entram na lista de indicadores dos primeiros passos dessa encrenca.

 

OS BRASILEIROS NÃO CONHECEM A DOENÇA

 

A Sociedade Brasileira de Glaucoma (SBG) encomendou ao Ibope um levantamento para avaliar quanto a população conhecia a doença. “O glaucoma é a maior causa de cegueira irreversível do mundo. Ainda assim, 40% dos entrevistados acham que ele tem cura”, lamenta o oftalmologista Vital Paulino da Costa. Entre os acima de 40 anos – a faixa etária que está mais sujeita a desenvolver o distúrbio -, um terço nem sequer sabe o que é glaucoma. Os dados também revelam que cerca de 50 milhões de brasileiros nunca foram a um oftalmologista.

 

Fora o desconhecimento, existe outra dificuldade na hora de escancarar esse perigo: ele não apresenta nenhum sintoma na fase inicial. “Portanto, a única maneira de evitar suas consequências é realizar exames de rotina. Quando se nota no dia a dia alguma alteração na visão, costuma ser tarde demais”, diz Paulino.

 

Please reload

CAPA - REVISTA MAIL3.jpg
Posts em destaque

Traumatologia - Artrose: O que é, Sintomas, Causas e Tratamento

30/11/2017

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga nossa fanpage
  • Grey Facebook Icon

CLIQUE AQUI 

e faça o download da versão online da Revista São Pietro News!