(51)  3371.6200       99388.4440

(51)  3464.0076

Responsável Técnico:
Dr. Luciano Zuffo
CRM-RS:  26798 / RQE 23181

(51)  3371.6225       99167.0593

Estacionamento no local

(51)  3783.8065       99167.2901

(51)  3191.9607

BLOG

Última semana da Campanha Nacional de Vacinação: como fazer depois?

A Campanha Nacional de Imunização contra o Sarampo e a Poliomielite entra na sua última semana.

 

Termina, portanto, no dia 31 de agosto. Infelizmente, até agora o alcance da Campanha ficou abaixo das expectativas. Esperava-se que a cobertura vacinal atingisse aproximadamente 95% das crianças de 1 a 5 anos; mas menos de 60% das crianças esperadas compareceram aos serviços de saúde para receber sua dose.

Cabe, portanto, a pergunta: quais as razões que mobilizam as pessoas para acordar de madrugada (ou passar a noite acampadas) e encarar filas quilométricas, comprar senhas, entrar em briga nos postos para receber uma vacina como a da febre amarela? Como conseguem negligenciar o fato de que existe um alerta e uma campanha nacional para que as crianças pequenas, de 1 a 5 anos, protejam-se contra uma doença potencialmente fatal, como é o caso do sarampo, e outra potencialmente grave, fatal e/ou causadora de sequelas irreversíveis, como a poliomielite?

Dá para entender? Todos ficaram apavorados com a febre amarela que mata algumas das pessoas acometidas. No entanto, quase ninguém se incomodou com o sarampo, que também pode matar, ou com a poliomielite, que pode retornar e deixar nossas crianças com paralisia irreversível. Será que o sarampo deveria ter matado mais crianças – com alta repercussão na mídia- para todos se mobilizarem e comparecerem à Campanha, acordando cedo e brigando nas filas? Difícil compreender.

Enfim, estamos entrando na última semana. TODAS as crianças com menos de 5 anos devem receber as vacinas, mesmo aquelas que estiverem com o calendário de imunizações em dia. Precisamos criar um “bloqueio” à proliferação do vírus no território nacional. Quanto maior o número de crianças vacinadas, melhor para todos nós. Só não deve se vacinar quem já recebeu a vacina nos últimos 30 dias ou quem tem alguma contraindicação como, por exemplo, qualquer situação que leve à imunossupressão, gestantes ou menores de 6 meses.

 

E depois da campanha?

 

Mantenham, sempre, as carteiras de vacina em dia. Adultos e crianças devem receber as vacinas rotineiramente indicadas. Para lembrar, nos casos de poliomielite e do sarampo:

 

  • A vacina da poliomielite é dada em 5 doses: aos 2, 4, 6 e 15 meses de idade e entre 4 e 6 anos.

  • A vacina do sarampo é dada em 2 doses: aos 12 e 15 meses.

  • Duas doses são necessárias para garantir a proteção nas pessoas de 1 a 29 anos de idade.

  • Adultos de 29 a 49 anos podem tomar apenas 1 dose.

  • Quem tem mais de 50 anos não precisa fazer a vacina do sarampo.

  • Quem não se lembra se tomou a vacina ou se teve a doença: melhor repetir a dose.

     

     

     

     

     

     

     

     

     

 

Please reload

CAPA - REVISTA MAIL3.jpg
Posts em destaque

Traumatologia - Artrose: O que é, Sintomas, Causas e Tratamento

30/11/2017

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga nossa fanpage
  • Grey Facebook Icon

CLIQUE AQUI 

e faça o download da versão online da Revista São Pietro News!