(51)  3371.6200       99388.4440

(51)  3464.0076

Responsável Técnico:
Dr. Luciano Zuffo
CRM-RS:  26798 / RQE 23181

(51)  3371.6225       99167.0593

Estacionamento no local

(51)  3783.8065       99167.2901

(51)  3191.9607

BLOG

O que fazer em casos de queimadura na pele por substância ácida

26/06/2019

Dermatologistas dão orientações para evitar que vítimas fiquem com ferimentos ainda mais graves.

 

Os ataques com substância ácida praticados por um homem ainda não identificado pela Polícia Civil, em ruas de dois bairros da zona sul de Porto Alegre, têm provocado queimaduras nas vítimas e aflição entre moradores das regiões onde foram cometidos os crimes.

 

De acordo com a dermatologista Clarissa Prati, as vítimas devem adotar procedimentos para que os ferimentos não se agravem e não deixem sequelas na pele.

 

— Pelo o que se vê pelo mundo, quando ocorrem ataques deste tipo, é usado ácido de bateria, que provoca queimadura de segundo grau, bolhas e muita dor. Em um primeiro momento, é preciso que se lave a área atingida com água corrente por uns 20 minutos e, se continuar ardendo, é necessário repetir o procedimento — explica.

 

Conforme a médica, o cuidado deve ser maior se o rosto for atingido, devido aos olhos, que podem ser seriamente afetados. Neste caso, é essencial recorrer a um oftalmologista com urgência, logo depois de lavar com água corrente.

 

A também dermatologista Mônica Zechmeister Berg afirma que ainda há dúvidas sobre a substância utilizada nos ataques, o que deverá ser apontado pela perícia. Contudo, reforça a orientação para que a região atingida seja lavada com água corrente.

 

— Não temos noção de que produto é, mas é possível perceber que é cáustico e queima. Depois de lavar, é necessário buscar serviço de saúde com urgência — recomenda.

 

Mônica alerta ainda que, diante de qualquer sinal de infecção, é preciso começar um tratamento para que não ocorra risco de a invasão atingir a corrente sanguínea ou órgãos internos. Uma dica importante das dermatologistas é que, em fase posterior, a pele seja tratada.

 

— Substâncias hidratantes e antibióticas são necessárias para que o ferimento não evolua para uma cicatriz distrófica. Depois, o filtro solar — destaca Clarissa.

 

Mônica orienta ainda que, para a regeneração da pele, as pessoas devem evitar de puxar as "casquinhas" que se formam. — Tem de deixar que a própria pele faça um curativo natural. 

 

Dicas:

 

— Em casa de queimadura com substância ácida, lave a região afetada com água corrente por cerca de 20 minutos.
— Procure serviço de saúde.
— Consulte um dermatologista.
— Durante tratamento, use substância hidratantes.
— Não puxe as "casquinhas" que se formam na pele.


Fontes: médicas Clarissa Prati e Mônica Zechmeister Berg

 

Na São Pietro Saúde você agenda sua consulta com dermatologista de segunda a sexta-feira ligando (51) 3371.6200 ou pelo Whats (51) 99388.4440. 

 

 

 

 

 

 

Please reload

CAPA - REVISTA MAIL3.jpg
Posts em destaque

Traumatologia - Artrose: O que é, Sintomas, Causas e Tratamento

30/11/2017

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga nossa fanpage
  • Grey Facebook Icon

CLIQUE AQUI 

e faça o download da versão online da Revista São Pietro News!