(51)  3371.6200       99388.4440

(51)  3464.0076

Responsável Técnico:
Dr. Luciano Zuffo
CRM-RS:  26798 / RQE 23181

(51)  3371.6225       99167.0593

Estacionamento no local

(51)  3783.8065       99167.2901

(51)  3191.9607

BLOG

OMS destaca que vacina contra HPV é segura e indispensável

06/02/2019

A vacina contra o vírus do papiloma humano (HPV) é "segura e indispensável para eliminar o câncer de colo do útero" anunciaram as autoridades da área de saúde nesta segunda-feira, dia mundial de combate ao câncer.

 

"Os rumores infundados sobre as vacinas contra o HPV seguem adiando ou impedindo de modo desnecessário o aumento da imunização, que urgentemente necessário para a prevenção do câncer cervical", disse Elisabete Weiderpass, diretora do Centro Internacional de Pesquisas sobre o Câncer (CIIC).

 

O centro é vinculado à Organização Mundial da Saúde (OMS). De acordo com os dados do CIIC, em 2018 foram diagnosticados quase 570.000 novos casos de câncer de colo do útero em todo o mundo.

 

Mais de 300.000 mulheres morrem a cada ano vítimas da doença, principalmente em países de renda baixa e média. "Este é o quarto tipo de câncer mais comum entre as mulheres", recordou o CIIC. A organização calcula que se a prevenção não aumentar, a doença pode provocar 460.000 mortes por ano até 2040.

 

Saiba mais:

 

Quais os tipos de vacina para HPV?

 

Existem duas vacinas contra o HPV. A bivalente previne os tipos 16 e 18 e é aprovada no Brasil para meninas e mulheres a partir de 9 anos. A vacina quadrivalente, além dos tipos 16 e 18, previne os tipos 6 e 11 e é aprovada no Brasil para meninas e mulheres de 9 a 45 anos e para meninos e homens de 9 a 26 anos.

 

Para que serve a vacina contra o HPV?

 

O Papilomavírus humano, mais conhecido pela sigla HPV, é um vírus transmitido pela via sexual capaz de provocar verrugas genitais e os cânceres do colo do útero, ânus, pênis e orofaringe.

 

- Quem não pode tomar?

 

A vacina do HPV não deve ser administrada em caso de:

Gravidez (mas a vacina pode ser tomada logo após o nascimento do bebê, sob orientação do obstetra);

Quando se tem algum tipo de alergia aos componentes da vacina;

Em caso de febre ou doença aguda;

Em caso de redução do número de plaquetas e problemas de coagulação sanguínea.

 

- A vacina contra o HPV é segura?

 

Esta vacina é segura e tem poucos efeitos colaterais porque ela já foi administrada a muitas pessoas, de diversos países e ainda não existem estudos científicos que comprovem efeitos secundários graves relacionados ao seu uso.

 

Os efeitos colaterais mais comuns são: dor no local de aplicação, febre, dores musculares e mal-estar geral. Há relatos esporádicos de síncopes após a aplicação da vacina. Embora este sintoma não pareça ter relação direta com a vacina do HPV, qualquer efeito colateral deve ser reportado ao médico.

 

Conte com a São Pietro Clínica de Vacinas para garantir sua imunização no seguinte endereço:

 

PORTO ALEGRE: R. Dom Pedro II, 1405 Higienópolis (51) 3371-6225 / 99167-0593 vacina@saopietro.com.br

 

 

Please reload

CAPA - REVISTA MAIL3.jpg
Posts em destaque

Traumatologia - Artrose: O que é, Sintomas, Causas e Tratamento

30/11/2017

1/10
Please reload

Arquivo
Please reload

Siga nossa fanpage
  • Grey Facebook Icon

CLIQUE AQUI 

e faça o download da versão online da Revista São Pietro News!